RSS

Os Melhores de 2010


Todo Final/ Começo de ano é sempre a mesma história: as velhas listas dos Melhores ( e até mesmo Piores) do ano.
2010, de longe, não foi um ano de muitas produções de destaque, afinal o que mais ocorreu foram grandes promessas que só decepcionaram o grande público e se tornaram grandes fiascos das telas (daí a razão pela qual a lista de piores foi utilizada em maior escala). Entretanto, a minoria se fez valer por seu destaque e conseguiu, em um período tão ruim para o cinema, em que um bom roteiro deu lugar a tecnologia exacerbada, se mostrar diferente, original e digna de seus prestígios.
Abaixo, minha lista das dez melhores produções do ano.
( Alguns filmes ainda não possuem crítica individual no blog, contudo em breve serão postadas).


10. Enterrado Vivo
Nos dias de hoje, em que muitos buscam uma ação constante e sequências de tirar o fôlego, é praticamente impossível imaginar que um filme de uma hora e meia, que se passe o tempo todo em um caixão e com um único personagem, pudesse chamar tanto a atenção e cativar a todos logo nos primeiros minutos e fazer de um cenário tão primitivo e limitado um roteiro como nenhum outro.

9. Atração Perigosa
Um ator que por muitos já era tido como um novo caso perdido, Ben Affleck se reergue dirigindo um filme de destaque, com um bom roteiro e uma linha narrativa magistral que, de ritmo lento, remete aos perfeitos trabalhos dirigidos por Clint Eastwod. Um resultado que deve ser visto.

8. O Escritor Fantasma
Polanski mostra que independente de suas condições pessoais, ainda assim é capaz de realizar trabalhos memoráveis, com uma narrativa de personagens realmente bem escritos e agraciados por grandes atuações e um suspense empolgante sobre a mentira, o irreal e a manipulação dos fatos.

7. Zona Verde
No mesmo ano em que Guerra ao Terror levou ( injustamente) a estatueta de melhor do ano, Zona Verde mostra nas telas a mesma temática das tropas americanas no Iraque, porém de maneira real e sem interesses políticos que comprometam o desenvolvimento da narrativa, como de fato o cinema deve ser, além disso, em um ritmo constante e clássica atuação de Matt Damon que, repetindo a fórmula Bourne, mais uma vez conduz uma ação inteligente e bem feita.

6. Kick-Ass - Quebrando Tudo
Já tido por um clássico do cinema atual, Kick-Ass consegue mesclar três características que quase nunca são bem executadas no cinema: humor, ação, grandes efeitos, um roteiro realmente bem escrito e atuações surpreendentes e cativantes que transformam um filme que tinha tudo para ser apenas mais um dois grandes fiascos de 2010, em uma produção como nenhuma outra.

5. Ilha do Medo
Uma fiel adptação, que não só prende o espectador do ínico ao fim como também consegue a típica interação que normalmente só é obtida nos livros: todos os mínimos detalhes, os diálogos perfeitamente construídos, personagens caracterizados, que de tão bem realizados se tornam os típicos figurões da trama. Um suspense cativante, de ritmo lento e realmente surpreendente, assim como a atuação de Leonardo DiCaprio que, como a narrativa, se torna cada vez melhor.

4. Invictus
O filme mais injustiçado de 2010, Invictus não só é mais um clássico de Clint Eastwood, como um exemplo de como um fato histórico pode sim ser representado nas telas e ao mesmo tempo ser uma narrativa cativante, com ação, drama e perfeitos diálogos que o façam obter uma verdadeira admiração não só pela críica ( que preferiu deixar Invictus de lado), como também do grande público. Um exemplo de cinema, uma lição de vida e um show de atuação de Morgan Freeman e Matt Damon que prova que não é apenas um mero Jason Bourne. A mais emocionate produção do ano que claro, merece ser vista.

3. Toy Story 3
Depois de 15 anos após o último filme, eis que a Pixar lança Toy Story 3, e o que a princípio era apenas medo em se ver um péssimo filme de uma saga tão criativa, logo se converteu nos melhores dos sentimentos ao se assisitir o encerramento com chave de ouro da melhor trilogia de animação já produzida até hoje. Toy Story 3, assim como seu público dos anos 90, amadureceu e trouxe em sua narrativa sérios valores e idéias, contudo sem comprometer a graça que sempre acompanhou todaa história. Um filme completo, que lavou a alma e fez todos sairem mais leves dos cinemas. E apesar do fato jamais ter ocorrido, não seria surpresa alguma se Toy Story 3, uma animação, levasse a estatueta de melhor filme. Mais do que merecedor.

2. A Rede Social
Arrisco a dizer que será o premiado da Academia, A Rede Social teria tudo para ser apenas um mero filme que trata sobre um problemático adolescente, não fosse a maneira como David Fincher conduziu a brilhante trajetória de Mark Zuckerberg. Com uma brilhante linha narrativa, o diretor faz de uma história, conhecida por muitos, algo visto sob uma nova perspectiva que faz tudo ser ainda melhor, desde a perfeita atuação de ambos os personagens principais às sequências de cena que contribuem ainda mais para o desenvolvimento da história e o interresse do grande público que, tendo já utilizado o Facebook ou não, com certeza se sentirá envolvido com a fantástica história que envolve sua criação.

1. A Origem
A mais inteligente e inovadora narrativa de 2010, é certo que A Origem não possui o melhor roteiro do ano ( entre os três últimos que encabeçam esta lista é quase impossível selecionar apenas um), mas se analisado todo o conjunto da obra, a produção de Christoher Nolan parece se sobressair. Apenas com sua ação e visual arrebatador, o filme já teria tudo para ser o sucesso do ano, mas ainda assim é também engrandecido pelo roteiro enigmático que não só cativa o espectador como o entretém durante todo o tempo, obrigando-o a pensar e compreender toda a narrativa na mesma velocidade com que o universo de Nolan se desdobra. Memoráveis atuações, sequências de ação carregadas de surrealismo e uma narrativa complexa e bem escrita como nenhuma outra.

6 comentários:

denihilonihilum disse...

Bom, não sou lá muito ligado aos cinemas...
Mas eu gostei bastante de "A origem", que criou em mim uma reflexão maior sobre a profundidade psicológica e as camadas que um sonho pode ter...

Lucas Mendes disse...

Muito bom. O Filmes de Terror, estão voltando!!! lol

Gustavo Monteiro disse...

mto bom. gostei bastante do "toy store 3" e de "A origem" mais faltou "os mercenarios" aew xDD

Fabiana Folly disse...

Legal!!! Gostei do seu blog!!!

Toy Store foi sem dúvida um dos melhores!!! Minha filha de três anos viu(sem sacanagem!)5X ao dia! Sei até os diálogos...Rsrsrsrs...

Obrigado por sua visita lá no meu blog!
Beijinhos!!!

Pobre esponja disse...

Amo filmes, compro muitos - mas gosto mais de foras de catálogo.
Muitas dicas boas, mas o que me prendeu e surpreendeu mais foi ter visto esse enterrado vivo. Não conhecia esse filme e arrumarei um, gostei da ideia.
Esse sim é um filme de terror, dá mais agononia que qualquer ficçãozinha barata - e é o medo de 100% da humanidade.

abç
Pobre Esponja

o sobrevivente na selva disse...

Retribuindo a visita... Olá sou viciado em cinema, considero que não vou poucas vezes, pelo menos 1 vez por semana, e apesar de não ir pouco, não vi 70% da sua lista, mas fica a dica pq alguns eu já queria assistir, dos 3 que eu assisti, dá pra ver que vc tem um bom gosto, Kick Ass é ótimo, não dava muita coisa por ele, tinha achado o enredo bobo mas descobri um ótimo filme qdo assisti, A ilha do medo também é muito bom, não sabia que era uma adaptação, achei o fim um pouco óbvio mas tudo bem rs, e toy story 3 sem palavras, um dos mais lindos do ano! Parabéns pelo blog!

http://sobreviventenaselva.blogspot.com/

Postar um comentário

 
Copyright 2009 Plantão Cinema. All rights reserved.